Quer saber um segredo meu? Odeio falsidade e tenho horror a pessoas hipócritas, sem opinião própria que vive feito vento que um dia sopra para um lado e mais tarde sopra para outro. Ser inconstante não é bom, é péssimo, é horrível. Não saber o que quer, o que falou, o que pediu, o que combinou é terrível, isso desgasta, isso suga, isso acaba com qualquer pessoa, sabe o que é pior, é encontrar pessoas assim dentro de um ambiente que tem tudo para ser ótimo. Todo dia de manhã chego com vontade de desistir, de largar tudo para alto, sabe por que, não valeRead More →

Não sou boneca para você brincar e jogar fora Não sou bagaço para você chupar até não poder mais Não sou brinquedo para você usar e jogar fora Não sou escrava para ser explorada Não sou vaquinha de presépio Sou competente no que faço Sou alguém conquistando meu espaço Sou alguém que merece consideração Sou alguém que merece motivação Sou alguém que quer, pode e vai conseguir ter um lugar no mundo Se você não consegue enxergar isso Se você é tão cego que não vê o além Sinto muito, é tão péssimo, é tão hipócrita, tão incapaz Que sempre perde e nunca ganha !Read More →

Não sei porque, mas odeio essas datas simbólicas durante o ano. O pior deles é com certeza, o Dia dos Namorados. Quem já não passou pelo pesadelo de ficar sozinho em um 12 de junho? Ou pior, sair com os amigos, ir ao cinema e ver milhões de casaizinhos felizes, trocando presentes, beijando e abraçando como se o mundo fosse acabar no dia seguinte? E você, com seu saquinho de pipoca gordurento melando a blusa, o copo de refrigerante na outra mão e aquela pergunta latente: “mas sou só eu que estou sozinho?” Não. Não é. Apesar do choro e da depressão coletivos, muitas pessoasRead More →